Estante do Refúgio: Julho 2014

30/07/2014

2ª Playlist


Nessa semana eu trouxe uma playlist mais animadinha. Vamos conferir?
1º lugar - Burn


Eu acho que essa música tem uma energia tão positiva. Gosto de escutar ela quando estou desanimada, ela tem um astral alto, sabe?
“Quando as luzes se apagaram
Eles não souberam o que tinham ouvido
Risque o fósforo, ponha para tocar alto
Dando amor ao mundo
Vamos levantar nossas mãos, brilhando até o céu
Porque temos o fogo, fogo, fogo
Sim, temos o fogo, o fogo, o fogo”

2º lugar - Counting stars

Essa música é da banda One Republic, e ela é uma das músicas mais realistas que conheço. É uma das minhas preferidas. A parte que eu mais gosto é essa:
Sinto algo tão bom
Fazendo a coisa errada
Sinto algo tão errado
Fazendo a coisa certa
Eu poderia mentir, poderia mentir, poderia mentir
Tudo que me mata me faz sentir mais vivo.”

3º lugar: Me and my broken heart

Essa é da banda Rixton, e ela é um tanto sofrida, porém com o ritmo mais rapidinho.
Tudo o que eu preciso é um pouco de amor em minha vida
Tudo o que preciso é um pouco de amor no escuro
Eu espero que só um pouco seja o bastante para recomeçar
Eu e meu coração partido.

4º lugar: Waiting for superman
Essa é daquela banda que comentei na semana passada: Daughtry. Eu adoro ela, foi a primeira que descobri deles e é realmente inspiradora.
Ela está falando com anjos, contando as estrelas
Fazendo um pedido para um carro que passa
Ela está dançando com estranhos, está caindo aos pedaços
Esperando que o super-homem a pegue
Em seus braços, sim
Em seus braços, sim
Ela está esperando que o super-homem”

5º lugar: Safe and sound

Essa música tem uma vibe super positiva e aposto que vocês vão amar ela.
“Eu poderia levantar você
Eu poderia lhe mostrar o que você quer ver
E levar você aonde você quiser estar
Você poderia ser a minha sorte
Mesmo que o céu esteja caindo
Sei que estaremos sãos e salvos.”


Enfim, esta foi a playlist de hoje. Espero que tenham gostado.
Beijo da Mands!

29/07/2014

Extraordinário - Reflexões


Como eu disse semana passada, este livro é realmente encantador. Eu aprendi tantas coisas com ele. Vou citar alguns trechos do livro que achei interessante e estou levando para minha vida.

“Toda pessoa deveria ser aplaudida de pé pelo menos uma vez na vida, porque todos nós vencemos o mundo.”

Eu achei interessante ele citar “todo mundo”, pois nem todo mundo tem problemas tão difíceis quanto o dele (que tem o rosto todo deformado), e mesmo assim o Auggie não é egoísta e reconhece que todos nós temos problemas, e temos que reconhecer quando as pessoas superam obstáculos.

"Vamos criar uma nova regra de vida... sempre ser um pouco mais gentil que o necessário."

Neste mundo de August, o verbo “viver” é cada vez mais complicado de se praticar, mas nem por isso ele desiste da vida, deixando a mensagem para sermos sempre gentis com o próximo, pois nem sempre as coisas são do jeito que queremos.

Esse livro é muito bonito e trás lições de vida diferentes para cada um, caso você já tenha lido, comente aqui em baixo qual lição ele te ensinou!
Espero que tenham gostado, beijos da Mands.


28/07/2014

Will & Will - Resenha



Autor: John Green e David Levithan
Número de páginas: 348
Editora: Galera
Edição: 10ª

Sinopse:

“Em uma noite fria, numa improvável esquina de Chicago, Will Grayson encontra... Will Grayson. Os dois adolescentes dividem o mesmo nome. E, aparentemente, apenas isso os une. Mas mesmo circulando em ambientes completamente diferentes, os dois estão prestes a embarcar em um aventura de épicas proporções. O mais fabuloso musical a jamais ser apresentado nos palcos politicamente corretos do ensino médio.”

Esse livro conta a história de dois Will’s Grayson, onde um deles é homossexual e o melhor amigo do outro Will, Tiny Cooper, também é. Cada capítulo é escrito por um autor. O Will escrito pelo John Green é hétero, e o outro é escrito pelo David Levithan.
A maneira que é colocada os pensamentos, sentimentos, jeito de ser e etc de cada um dos personagens é realmente surpreendente, e nos leva a a pensar que a sexualidade de uma pessoa não faz dela um monstro. Todos somos seres humanos, entende?
A história gira em torno de Tiny Cooper e seu músical que é baseado em sua vida e no amor.
O único defeito do livro é que ela é cheia de altos e baixos. Uma hora você tem vontade de ler ele até acabar, e em outras horas a história fica realmente sem graça e da vontade de desistir do livro.
Esse livro com certeza é diferente de todos que já li, porém não é FANTÁSTICO igual os outros livros do John Green (sendo que só falta “Deixe a neve cair” para fechar a coleção).
Eu recomendo ele para que todos tenham uma visão diferente da sociedade, levando em conta os sentimentos de cada um.
Will & Will vai levar 3 estrelas, devido a esses altos e baixos que citei.
Espero que tenham gostado. Deixem a opinião de vocês aqui em baixo, lembrando que críticas são sempre bem vindas!

Beijo da Mands.

27/07/2014

Minha opinião sobre livros digitais

Com as novas tecnologias, percebo que os livros de papel estão sendo "abolidos" da vida humana, infelizmente. Nessas férias eu fui para a Disney, e quando entrei nas livrarias de lá confesso que me decepcionei. T-O-D-O-S os livros são feitos de uma folha muito fininha, e as letras são minúsculas, para diminuir o peso, mas eu achei isso simplesmente horrível! Gosto de livros com páginas grossas, e letras um pouco maiores, mesmo que os livros fiquem maiores, acho que eles "fluem" melhor, a leitura é bem mais gostosa, e até o livro parece ser melhor. Pena que a tendência é todos os livros serem assim, ainda mais com esses novos livros digitais.



Gente, confesso que admiro quem consegue ler livros em Kindle ou iPad. Eu já tentei, porque como eu moro em cidade pequena, que não tem livraria, ficaria bem mais fácil e menos demorado ler nessas "coisas", mas eu não consigo de jeito algum. Minha mãe só lê nisso, mas eu acho desconfortável, a leitura não rende, sabe? Minhas vistas vão cansando e dando dor de cabeça, e eu logo desisto do livro. 
O que eu gosto mesmo é de ter aquele peso do livro para carregar. Daquele cheirinho que os livros tem. E de colocar eles de enfeite no meu quarto hahahaha.
E vocês? O que acham? Conseguem ler livros digitais ou preferem os feitos de papel mesmo? Deixem sua opinião aqui nos comentários, e até amanhã!
Beijos da Mands.

26/07/2014

Obsessão por livros – Tag


Olá galerinha. Eu estava mexendo em alguns blogs e encontrei essa tag que achei super divertida no blog Segredos Entre Amigas, que se chama "Obsessão por livro", espero que gostem.

      1. VOCÊ TEM OBSESSÃO EM COMPRAR LIVROS?
Para ser sincera, queria dizer que não, mas não tem como hahahaha. Quando vejo um livraria, parece que tem um ima dentro de mim, que me atrai a ir la e comprar algo. Um exemplo foi quando eu estava nos Estados Unidos, eu via uma livraria e queria entrar, pelo menos para dar uma olhada nas capas e ver se tinha algum lançamento por lá, mesmo sabendo que eu não ia poder compra-los por serem em inglês :(

2. QUANDO, ONDE E QUANTAS VEZES VOCÊ COMPRA LIVROS? VAI SOZINHO OU ACOMPANHADO?
Eu moro em uma cidade muito pequena, e aqui não tem livrarias, então eu costumo comprar em sites mesmo.


3. QUAL O ASPECTO QUE TE ATRAI EM UM LIVRO? TEM ALGUM GÊNERO QUE VOCÊ SEMPRE PROCURA?
Normalmente eu procuro romances ou dramas. Eu preciso gostar muito da capa, se eu gostar da capa do livro, eu pesquiso muito sobre ele, e caso eu ache que vale a pena, eu entro no site e compro. Normalmente compro uns 5 livros juntos, até mesmo porque o frete sai mais barato hahaha

4. PREFERE LIVROS NOVOS, USADOS OU A MISTURA DE AMBOS?
Eu leio qualquer um dos dois, mas confesso que prefiro os novinhos, que são só meus, que tem aquele cheirinho de novo, sabe?!

5. QUANTO VOCÊ ESTÁ DISPOSTO A GASTAR COM LIVROS POR MÊS?
Ah, isso depende muito, e quem compra livros para mim é a minha mãe, e não eu, então eu sempre estou procurando promoções, quando acho eu peço para ela, e normalmente ela me da.

6. ALGUMA VEZ VOCÊ JÁ SE OBRIGOU A PARAR DE COMPRAR LIVROS?
Não, mas percebo que logo logo vou ter que parar :(

7. QUANTO TEMPO VOCÊ DEMORA A LER OS LIVROS RECÉM-COMPRADOS?
Depende do livro, das páginas, da fonte, da forma que o autor escreve e etc. Mas eu costumo demorar entre 4 e 7 dias, porém se eu gostar muito do livro, termino em 2 dias, então é muito relativo.

8. VOCÊ PREFERE COMPRAR MUITOS LIVROS CURTOS E CAROS OU LIVROS GRANDES E BARATOS?
Compro o que acho interessante e acho que vou gostar de ler, não olho preço ou tamanho (mas eu confesso que não curto muito aqueles livros com páginas muito finas e letras tão pequenas que chegam a dar dor de cabeça. Gosto de formatos que não sejam tão cansativos).

     Bem, o post de hoje foi esse, espero que tenham gostado. Deixem sua dúvidas, críticas e opiniões aqui em baixo, nos comentário, e amanhã eu venho falar sobre o que acho de livros em iPad's e etc.
      Beijos da Mands!

25/07/2014

Quantas vezes você morreu?


“A verdadeira morte não diz quando chega, e quem morre, não existe luto pela alma que se vai, porque ela volta e retorna ao mesmo lugar de sempre, acorda e prossegue no seu corpo vazio esperando a próxima morte que certamente virá cedo, talvez no banho, talvez na fila da padaria, ou à caminho da escola. Algumas pessoas morrem diariamente e não se dão conta, parece loucura? parece absurdo? Sim, realmente parece, talvez você tenha morrido duas vezes até chegar nessa linha, por que não? O ser humano não morre apenas quando seu coração para, não morre apenas quando seus órgãos dão falência, não morre apenas quando para de respirar - o ser humano também morre quando sua vida depende de algo que não se pode ter, o ser humano morre quando é inutilizado, banalizado, esquecido, quando não tem um objetivo, um propósito, um motivo. Pergunto, quantas vezes você morreu na semana passada? dez? vinte? talvez mais, você morreu com um olhar de desprezo, com o celular na mão esperando uma ligação que não chegou, morreu com um sorriso que não foi devolvido, você morreu quando acordou sem estar grato por ter levantado com saúde, morreu quando se acomodou dentro de um quarto fechado esperando que o mundo acabe, morreu quando pensou que não era tão bom quanto imaginava ser. Morreu ao vestir uma tristeza que sufocou demais. Morreu quando deixou de sonhar.”

- SEAN WILHELM


Desenvolvido por Ilaloá Design (2015)